Caminhando no contexto das práticas colaborativas e narrativas: experiências profissionais transformadas

  • Camila Martins Lion Psicóloga, especialista em intervenção familiar sistêmica. Certificado Internacional em Práticas Colaborativas e Dialógicas. Taiúva-SP, Brasil
Palavras-chave: pós-modernidade, práticas colaborativas, terapia narrativa, experiência profissional

Resumo

Este artigo oferece conceitos básicos
das práticas colaborativas, narrativas e narrativas
coletivas, convidando o leitor ou leitora a caminharem
por esses conteúdos, bem como pelo cenário
de relatos de experiências profissionais que
foram transformadas a partir do momento em
que se fundamentaram nessas práticas supracitadas.
A partida inicial da caminhada se dá por uma
breve explanação acerca da pós-modernidade e
depois percorre as premissas das práticas escolhidas.
No cenário das experiências profissionais
é possível perceber o quanto essas práticas
pós-modernas colaboraram na ampliação dos
diálogos, bem como na construção de narrativas
mais ricas e de novas possibilidades do ser profissional.
Um dos desejos desse artigo é de que
essa caminhada teórica e prática possa também
estimular o descobrimento de novos caminhos a
serem percorridos em busca de ajudar pessoas a
reescrevem suas histórias de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Martins Lion, Psicóloga, especialista em intervenção familiar sistêmica. Certificado Internacional em Práticas Colaborativas e Dialógicas. Taiúva-SP, Brasil
Psicóloga, especialista
em intervenção familiar
sistêmica. Certificado
Internacional em Práticas
Colaborativas e Dialógicas.
Taiúva-SP, Brasil
Como Citar
Lion, C. M. (1). Caminhando no contexto das práticas colaborativas e narrativas: experiências profissionais transformadas. Nova Perspectiva Sistêmica, 26(57), 21-36. Recuperado de https://www.revistanps.com.br/nps/article/view/275
Seção
Artigos