A importância da abordagem familiar na atenção psicossocial: um relato de experiência

  • Ana Flávia Dias Tanaka Shimoguiri Doutoranda e Mestra em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Faculdade de Ciências e Letras de Assis/São Paulo/ Brasil; Terapeuta Ocupacional; Terapeuta de Família e de Casal
  • Fernanda Silveira Serralvo Assistente Social; Terapeuta de Família e de Casal; Membro da Associação Brasileira de Terapia de Família – ABRATEF
Palavras-chave: terapia de família, Caps, reforma psiquiátrica, política nacional sobre drogas

Resumo

A iniciativa de escrever sobre as terapias
sistêmicas de família no contexto da Atenção
Psicossocial partiu de experiências de uma das
pesquisadoras enquanto terapeuta de família e
ao mesmo tempo trabalhadora de um Centro de
atenção psicossocial álcool e drogas. Este artigo
se destinou a fazer uma breve contextualização,
partindo da Política Nacional sobre Drogas, das
ofertas de tratamento disponíveis para os pacientes
e suas famílias nos Caps, e, principalmente,
por um relato de caso, a partir de uma experiência
prática, buscou-se sublinhar a aplicabilidade das
terapias sistêmicas nos estabelecimentos psicossociais,
como mais um recurso de tratamento à
dependência química. Os resultados da pesquisa
reiteram a importância de inserir o atendimento à
família nos serviços de saúde mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Flávia Dias Tanaka Shimoguiri, Doutoranda e Mestra em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Faculdade de Ciências e Letras de Assis/São Paulo/ Brasil; Terapeuta Ocupacional; Terapeuta de Família e de Casal
Doutoranda e Mestra em
Psicologia pela Universidade
Estadual Paulista “Júlio de
Mesquita Filho” – Faculdade
de Ciências e Letras de
Assis/São Paulo/ Brasil;
Terapeuta Ocupacional;
Terapeuta de Família e de
Casal
Fernanda Silveira Serralvo, Assistente Social; Terapeuta de Família e de Casal; Membro da Associação Brasileira de Terapia de Família – ABRATEF
Assistente Social; Terapeuta
de Família e de Casal;
Membro da Associação
Brasileira de Terapia de
Família – ABRATEF
Como Citar
Shimoguiri, A. F. D. T., & Serralvo, F. S. (1). A importância da abordagem familiar na atenção psicossocial: um relato de experiência. Nova Perspectiva Sistêmica, 26(57), 69-84. Recuperado de https://www.revistanps.com.br/nps/article/view/278
Seção
Artigos