O trabalho com equipes reflexivas: revisão de literatura

  • Milena Carolina Fiorini Psicóloga e doutoranda do Programa de Pós- Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC
  • Luciane Guisso Psicóloga e doutoranda do Programa de Pós- Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC
  • Maria Aparecida Crepaldi Psicóloga, doutora em saúde mental e professora do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.
Palavras-chave: equipes reflexivas, processos reflexivos, construcionismo social, terapia familiar sistêmica

Resumo

A concepção de equipe reflexiva surgiu
na década de 1990, consoante com a influência
dos pressupostos do Construcionismo Social,
que passaram a nortear a prática das terapias sistêmicas
pós-modernas. Com foco nessa temática,
este artigo trata de uma revisão integrativa de
literatura, realizada por meio da coleta de estudos
nacionais e internacionais. A análise dos trabalhos
encontrados permitiu constatar que a grande
maioria utilizou métodos qualitativos. Houve
prevalência de pesquisas que abordaram, como
uma das principais temáticas, a avaliação da
participação em equipes reflexivas por parte de
clientes e/ou terapeutas. Com o mesmo número
de trabalhos encontrados, a temática referente à
equipe reflexiva como recurso utilizado em outros
campos profissionais também foi preponderante.
Apesar do predomínio de avaliações positivas
em relação à participação nas equipes reflexivas,
muitos estudos concordam com a necessidade
de maior exploração teórica e técnica da temática,
afim de que os pesquisadores e profissionais
consigam aliar teoria e prática, adotando uma
postura coerente com as premissas originais do
trabalho reflexivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milena Carolina Fiorini, Psicóloga e doutoranda do Programa de Pós- Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC
Psicóloga e doutoranda
do Programa de Pós-
Graduação em Psicologia
da Universidade Federal
de Santa Catarina – UFSC
Luciane Guisso, Psicóloga e doutoranda do Programa de Pós- Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC
Psicóloga e doutoranda
do Programa de Pós-
Graduação em Psicologia
da Universidade Federal
de Santa Catarina – UFSC
Maria Aparecida Crepaldi, Psicóloga, doutora em saúde mental e professora do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.
Psicóloga, doutora em
saúde mental e professora
do Programa de Pós-graduação
em Psicologia
da Universidade Federal
de Santa Catarina – UFSC
Como Citar
Fiorini, M. C., Guisso, L., & Crepaldi, M. A. (1). O trabalho com equipes reflexivas: revisão de literatura. Nova Perspectiva Sistêmica, 26(57), 85-102. Recuperado de https://www.revistanps.com.br/nps/article/view/279
Seção
Artigos