Meios-irmãos e irmãos não consanguíneos: a fratria recomposta na perspectiva de padrastos/madrastas

  • Laura Cristina Eiras Coelho Soares Professora Adjunta de Psicologia Social do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e do Programa de Pós- Graduação em Psicologia da UFMG. Doutora e Mestre em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro- UERJ. Apoio e financiamento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Bolsa de Doutorado Sanduíche Proc. nº BEX 8742/11-1
Palavras-chave: psicologia, irmãos, família, padrasto, madrasta

Resumo

Este artigo é parte de uma investigação
sobre famílias recasadas e teve como objetivo
destacar o tema das fratrias recompostas.
Para tal, como percurso metodológico, optou-se
pelo levantamento bibliográfico e pela realização
de entrevistas semiestruturadas com padrastos
e madrastas. Os resultados obtidos a respeito
dessa temática foram organizados em três categorias:
projeto de ter ou não ter filhos na relação
atual; a chegada do meio-irmão; diferença ou
igualdade na relação com os filhos e enteados.
O nascimento do filho, fruto da relação vigente,
pode promover uma alteração do lugar do padrasto/
madrasta na estrutura familiar, criando-se um
elo permanente com os enteados. A ênfase dada
pelos entrevistados em não diferenciar o cuidado
com os filhos e os enteados pode ocultar as necessidades
particulares presentes nessa configuração
familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura Cristina Eiras Coelho Soares, Professora Adjunta de Psicologia Social do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e do Programa de Pós- Graduação em Psicologia da UFMG. Doutora e Mestre em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro- UERJ. Apoio e financiamento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Bolsa de Doutorado Sanduíche Proc. nº BEX 8742/11-1
Professora Adjunta de
Psicologia Social do
Departamento de Psicologia
da Faculdade de Filosofia
e Ciências Humanas da
Universidade Federal de
Minas Gerais – UFMG
e do Programa de Pós-
Graduação em Psicologia
da UFMG. Doutora e Mestre
em Psicologia Social pela
Universidade do Estado do
Rio de Janeiro- UERJ.
Apoio e financiamento:
Coordenação de
Aperfeiçoamento de
Pessoal de Nível Superior
(Capes), Bolsa de Doutorado
Sanduíche Proc. nº BEX
8742/11-1
Como Citar
Soares, L. C. E. C. (1). Meios-irmãos e irmãos não consanguíneos: a fratria recomposta na perspectiva de padrastos/madrastas. Nova Perspectiva Sistêmica, 26(57), 103-115. Recuperado de https://www.revistanps.com.br/nps/article/view/280
Seção
Artigos